UM TESOURO ESCONDIDO

BUSQUE HARMONIA
Entrevista com 
GEÓLOGO FÁBIO TADEU LAZZERINI
- Diretor da Sociedade Brasileira de Termalismo
- Pesquisador da Águas de São Pedro Ltda.
- Consultor no Spring SPA Unique Garden – Mairiporã/SP





UM TESOURO ESCONDIDO:
 Recursos Naturais Termais do Brasil






SITE: Há quanto tempo você pesquisa as reservas de água no sub-solo brasileiro? Qual é o panorama atual?

Minhas especializações em Gemologia, Geologia Econômica e Administração e Política de Recursos Minerais, ensinaram-me a descobrir e /ou viabilizar economicamente jazidas, em especial de minérios preciosos.
Hoje considero as águas, também em especial as minerais e termais como os mais preciosos bens econômicos do reino mineral, seja em estado líquido, sólido ou gasoso.

Além de fluído vital, faz parte de nosso cotidiano ingeridas ou em contato externo. Além do bem estar e higiene, são desde os primórdios da civilização utilizadas como veículos medicamentosos ou meios terapêuticos.

Assim, visualizo o maior potencial de Geodiversidade (diversidade dos elementos do reino mineral terrestre), intocada e ainda acessível do planeta, a do Brasil. As águas perfazem a maior parte deste acervo ou dotação natural. Portanto, se bem estudadas, preservadas e valorizadas, poderemos descobrir reservas gigantescas e valiosas; bem diferente do panorama atual de desconhecimento e desprezo por tais riquezas.

Dentre os mais variados usos atualmente dados às águas superficiais e subterrâneas, que prevaleça aquele que agregar maior conhecimento científico de seus produtos (águas) e de suas possibilidades de usos associados as propriedades naturais encontradas.

Devem ser priorizados planejamentos e projetos que visem valorizar as potenciais jazidas de águas e sob ótica mais sustentável possível. Tais reservas podem viabilizar melhoras no padrão e qualidade de vida atual.




SITE: Podemos afirmar hoje, em função desta desordem no meio ambiente, que haverá falta de água potável no planeta em curto espaço de tempo?

As faltas regionalizadas de água para abastecimento de populações são fatos históricos, com agravantes devido ao exessivo crescimento populacional atual e ainda mal distribuido.

A Geodiversidade, neste caso representada pela Hidrodiversidade (variedade nas composições ísico-quimicas das águas), pode dar usos para os diversos tipos de águas; que viabilizem uma melhora significativa nos padrões de vida da população próxima à estas “Jazidas de Águas Preciosas”.

Isto através da introdução de atividades econômicas relacionadas a : água mineral engarrafada, água para piscinas termais ou não, águas para banhos e Hidroterapias, águas Crenológicas ou Mineromedicinais para Terapias, curas e medicina complementar, turismo saúde, medicina preventiva, previdência, termalismo e SPAs; águas Termais para tratamentos estéticos, na formulação de fármacos e cosméticos (nutraceuticos).

Estes recursos naturais, se descobertos a tempo, podem aumentar substancialmente o valor deste bem mineral, através apenas do conhecimento e tecnologia, trazendo benefícios sócio-econômicos locais, ímpeto popular conservacionista e menor escala do volume extraído. Aspectos considerados primordiais à preservação ambietal.

Assim, mesmo em um lugar de pouca água denominada potável, a mesma pode sustentar uma outra atividade econômica mais lucrativa e sustentável, apenas sabendo-se melhor sobre suas potencialidades de uso e o planejamento de desenvolvimento local (áreas de interesse).




SITE: A água é considerada o solvente universal. Além das funções conhecidas para hidratação dos tecidos orgânicos e limpeza, é verdade que ela é uma rica fonte de sais minerais? Por que eles são tão importantes para a manutenção da vida?

A água é um mineral líquido em condições normais de temperatura e pressão atmosférica, neste meio ou em outros diferentes muito distintos deste, entra em contato com os mais diversos minerais, solubilizando e disseminando alguns de seus elementos químicos componentes. É capaz de formar soluções iônicas de diversas composições físico-químicas e microbiológicas, assim prefiro chamá-las de Águas.

A riqueza em sais minerais e oligoelementos, a temperatura, os gases dissolvidos, o pH e Eh, radioatividade, a microbiologia patológica ou não, a pressão, a forma de aplicação; estão entre as propriedades que irão influenciar nos benefícios que as águas podem nos trazer, através de ingestão ou contato externo.

Somos mais de 70% água e a pele mais aquosa ainda. Osmoses e suas barreiras são muito influenciadas pela salinidade do meio, sendo que existem águas com quase zero de sólidos dissolvidos ou até as 10 vezes mais salgadas que a do mar (~35 mg/L).


O bom funcionamento do organismo depende do fornecimento cotidiano de uma grande variedade de elementos, entre os quais os sais minerais e oligoelementos que podem ser obtidos via ingestão de alimentos e da própria água.


Como a água é obrigatoriamente consumida no cotidiano, seja na ingestão ou no uso externo, é muito importante que se saiba sua pureza microbiológica e composição físico-química, o que levará a uma vida mais saudável e balanceada conforme as necessidades de cada um.

Destas Águas Minerais, algumas podem ser consideradas preciosas por poderem auxiliar o bem estar das pessoas, outras até serem auxiliares em terapias e por curar; estas são as Águas Mineromedicinais ou Termais.




SITE: Você é favorável à utilização deste rico potencial hídrico do Brasil para o crescimento econômico do país? Isso não pode favorecer o esgotamento dessas fontes?


O que deve sempre ser pensado com relação ao futuro são os limites do crescimento, ou seja até que ponto o desenvolvimento é saudável e contínuo ? Com relação ao aproveitamento das águas eles são múltiplos, como abastecimento público, meio de saneamento público, energia, transporte, agricultura, indústrias, lazer,...

Acredito que quanto maior valor agregarmos ao bem mineral natural água, maiores serão os benefícios à população regional e melhores as chances da preservação e exploração racional de seus recursos.

Qualquer reserva ou jazida de um bem mineral, a água por exemplo, pertence à União. Assim, após o governo federal avaliar os resultados de pesquisas geológicas e os impactos que os projetos de exploração possam causar; autoriza a atividade através de Decretos de Lavra.

Assim, para as atividades que exploram águas em envasamento de água potável ou em usos balneológicos, o tamanho do reservatório deve ser compatível com a escala de produção. As águas superficiais geralmente são direcionadas a outros usos, possuem escalas muito maior de consumo e de impactos ambientais relacionados aos resíduos e exautão das reservas finitas.




SITE: Onde estão localizadas essas reservas de águas no Brasil?

O Brasil possui o maior volume de água doce potável superficial e subterrâneo do Mundo. Contudo, as distribuições sõa irregulares. Águas superficiais da Amazônia e subterrâneas dos Aquíferos da Bacia Sedimentar do Paraná, principalmente o Guarani; são os detaques. Contudo, ambas estão distantes geografica e estratigraficamente (profundidade) dos principais centros populacionais.

As ocorrências de águas minerais com evidentes propriedades terapêuticas ou águas Mineromedicinais ou Termais; são ainda mais raras e de ocorrências puntuais; havendo um ditado que diz que cada água é uma água, quando referindo-se às Fontes Hidrominerais.

Possuímos diversos circuitos de águas mineromedicinais, por exemplo : em Minas Gerais=as carbogasosas de São Lourenço, Caxambú, Cambuqira e Lambari e as Sulfurosas Temais Radioativas de Poços de Caldas e Araxá. Na Bahia o das águas alcalino terrosas ferruginosas do Vale do Itapicurú (Cipó e Jorro). Em Goiás as águas quentes de Caldas Novas...

No Rio de Janeiro as Serras de Petrópolis, Teresópolis, a Iodetada de Pádua e a carbogasosa de Raposos-Itaperuna. Em São Paulo o Circuito das águas Oligominerais Radioativas de Águas da Prata, Águas de Lindóia, Serra Negra, Amparo, Atibaia,... e o Circuito sedimentar de Águas de São Pedro, Ibirá,... Em Santa Catarina as águas termais radioativas de Caldas de Imperatriz, Tubarão,... No Rio Grande do Sul as Águas do Mel de Iraí e o Trem das Termas de Marcelino Ramos.



SITE: Já existem empresas que exploram esses recursos aqui no Brasil transformando as águas minerais em algum tipo de produto, como em outros locais do mundo?


As águas mineromedicinais, em especial as sulfurosas e as oligominerais radioativas trazem notórios benefícios para pele. Desta maneira, na Europa desde o século passado os principais balneários ou SPAs com estas classificações de águas, as utilizam em centros de saúde e beleza, procedimentos de estética e para formulação de cosméticos. Assim surgiram grandes centros de estudos e importantes empresas de cosméticos, por exemplo: Vichy, Evian, Avene, La Roche-posay, Biotherm (Moligt Les Bains),...

No Brasil a experiência pioneira com água ocorre em Águas de São Pedro/SP, sendo a segunda do mundo em teor de enxôfre e a primeira sulfurosa com pH alcalino (9,21). Com Lama existem duas empresas cosméticas de Araxá/MG.

Muitas das águas mineromedicinais brasileiras são proibidas de serem engarrafadas para indústria de águas potáveis de mesa; por possuirem teores de resíduos totais ou sais minerais acima do permitido legalmente que é de 500 mg ou 0,5 g/Litro.

 


SITE: Algum tipo de água pode ser considerado “raro” por sua combinação química ser peculiar? Existem estes tipos de água por aqui?


Todas as águas que se enquadram na classificação crenológica (anexo), de acordo com o código brasileiro das águas minerais (1945) e que está muito próximo dos mais recentes conceitos mundiais, podem ser consideradas raras e como tal, tratadas como preciosidades, pois são verdadeiros remédios naturais.

Por exemplo podemos citar as águas de pH alcalino, as Litinadas, as Vanadíferas, as Iodetadas, as Silicatadas, as Seleníferas, entre outras combinações bastante diversificadas (Hidrodiversidade).



SITE: Que tipos de elementos químicos encontrados nas águas são benéficos a saúde? Você pode dar alguns exemplos?


As sulfurosas são consideradas o agrupamento mais importante e com propriedades terapêuticas pesquisadas científicamente. As carbogasosas, bicarbonatadas e sulfatadas indicadas para digestão. Contudo, como cada água é uma água, são necessários estudos físico-químicos individuais de cada fonte, pois suas diversas proporções de elementos químicos com certeza serão distintas e com usos diferenciados.

Além dos sais minerais como Ca,Na, K e Mg; são importantes alguns Oligoelementos como o Flúor, Lítio, Silício, Selênio, Boro, Vanádio,... que consumidos cotidianamente ou durante a estada em uma Estância Hidromineral, mesmo que em reduzidíssimas proporções; podem trazer diversos benefícios à saúde.

Também, devido a presença de gases (sulfídrico, carbônico, oxigênio e radônio) e a microbiologia natural anaeróbica, o consumo destas águas mais recomendado é diretamente na Fonte ou em curto prazo após sua coleta. Isto denomina-se por estado natural de ionização, pois antes de sair a superfície as condições físico-químicas, de pressão, luminosidade e temperatura abaixo da superfície eram bastante diferentes.




SITE: Muitos turistas japoneses e europeus correm o mundo a procura de balneários com “águas medicinais” , você acredita que o Brasil poderia investir neste tipo de turismo e ter bons resultados? Já existe algum projeto desse tipo implantado aqui no Brasil e que tenha apoio do governo para a divulgação no exterior?

Tenho a plena convicção que este setor tomará grande impulso futuro em todo mundo; sendo o Brasil um dos grandes “reservatórios” destes tipos de recursos naturais; com reservas gigantescas e Geodiversidade de destaque internacional, onde existem, como em poucs locais do mundo, pontos considerados intocados pelo homem e portanto totalmente livres de contaminações.

Atualmente no Brasil os investimentos relativos ao termalismo e Geodiversidade, restrigem-se especialmente aos SPAs e mais raramente nas diversas Estâncias Hidrominerais e balneários municipais que em sua maioria estiveram por longa data abandonados e esquecidos.




SITE: Depois do ar, a água é a substância mais importante para a vida no planeta. Você considera esse assunto um tema para debate nacional ou este fórum deveria ser mais abrangente?

A água é um mineral líquido em condições normais; de origem terrestre ou alienígena, que seja, a água é condicionada e condicionante dos diversos ambientes onde encontra-se. Capaz de formar soluções iônicas de diversas composições físico-químicas e microbiológicas, também por isso águas.

Somos praticamente água, a crosta terrestre também é dominada por este mineral; contudo, milhares de pessoas morrem diariamente com a sua falta ou devido seu contato com águas contaminadas e poluídas.

 
Não vejo as águas apenas como fonte de abastecimento, energia, tarnsporte, processos industriais, insumos agrícolas ou meio de disseminação de poluentes; considero seu imenso potencial de recreação, balneabilidade, de usos terapêuticos e farmacológicos; onde seu valor agregado é aumentado pelo incremento de conhecimento e sua relação com o setor de turismo pode trazer grandes benefícios econômicos, sociais e ambientais, enfim relacionados mais intimamente com o desenvolvimento sustentável.

Classificação Indicações:
Ferrugionosas anemias, parasitoses, alergias e acne juvenil; estimulam o apetite
Fluoretadas para saúde de dentes e ossos
Radioativas dissolvem cálculos renais e bilares; favorecem a digestão; são calmantes e laxantes; filtram excesso de gordura do sangue
Carbogasosas diuréticas e digestivas, são ideais para acompanhar refeições; repõe energia e estimula o apetite; eficazes contra hipertensão arterial
Boratadas Desenvolvimento e metabolismo dos ossos, dentes, cérebro
Cloretadas sódicas Aliviam peles irritadas; obesidade, gastrite, diarréia
Sulfurosas para reumatismos, doenças da pele, artrites e inflamações em geral
Brometadas sedativas e tranquilizantes, combatem a insonia, nervosismo, desequilíbrios emocionais, epilepsia e histeria.
Sulfatadas sódicas para prisão de ventre, colites e problemas hepáticos
Cálcicas para casos de raquitismo e colite; consolidam fraturas e têm ação diurética. Reduz a sensibilidade em casos de asma, bronquites, eczemas e dermatoses
Iodetadas tratam adenóides, inflamações da faringe e insuficiência da tireóide
Silicatadas Efeitos sedantes, anti-inflamatórios e suavizantes
Bicarbonatadas sódicas doenças estomacais, como gastrites e úlceras gastroduodenais, hepatite e diabetes
Alcalinas diminuem a acidez estomacal e são boas hidratantes para a pele
Ácidas regularizam o pH da pele
Carbônicas hidratam a pele e reduzem o apetite
Sulfatadas atuam como antiinflamatório e antitóxico
Litinadas Tranqüiliza, tratamento de doenças mentais e dependências drogas
Oligominerais radioativas higienizam a pele, diurese, intoxicações hepáticas, ácido úrico, inflamações das vias urinárias, alergias e estafa.



http://www.busqueharmonia.com.br/materias/fabio.htm






























Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estâncias Hidrominerais do Brasil

Palestra sobre Metenergia, Ciência e Pseudociência no dia 9 de junho

III CONGRESSO IBEROAMERICANO DE PELOIDES Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel, Açores, Portugal